Já a partir do próximo ano, a dona da marca britânica, a chinesa SAIC, apostará na MG e a Maxus, orientada para os comerciais, no Velho Continente.

A histórica marca britânica MG, nas mãos dos chineses da SAIC de 2008, está cingida atualmente apenas no Reino Unido, onde comercializa o utilitário MG 3 e o SUV GS. A marca será relançada na Europa entre o final de 2018 e o início de 2019, em primeiro lugar com o pequeno SUV ZS. O E-Motion Supercar Concept (nas imagens), um gran turismo de duas portas 100% elétrico apresentado no Salão de Xangai esta semana, só surgirá em 2020, mas será certamente uma atração nesta nova fase da MG.

Este quatro lugares feito com base numa plataforma específica para modelos EV, um potencial rival do Tesla Model S, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos, segundo a MG. Anuncia uma autonomia para mais de 500 km. Em termos estéticos, esta nova abordagem não esquece as origens britânicas, apesar dos avanços em termos de conetividade. Destaque para os faróis de matriz LED com grafismo alusivo ao London Eye.

Na mesma altura, a SAIC quer lançar no Velho Continente a marca Maxus, orientada para comerciais, materializando o EV80 concept, um comercial ligeiro apresentado no referido certame chinês. Este elétrico estará disponível com carroçarias entre 10 e 11 m3 de espaço de carga. A autonomia anuncia supera os 200 km.

Assine Já

Edição nº 1453
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes