A chuva intensa obrigou à interrupção das 6 Horas de Fuji deste fim de semana. O piloto da Aston Martin viu a sua equipa perder a liderança do campeonato.

A edição deste ano das 6 Horas de Fuji ficou marcada pela chuva forte e pelo nevoeiro, que obrigaram à interrupção da prova. A prova nipónica, a sétima do calendário do mundial de resistência, ficou assim reduzida a cerca de 4h30 de duração. Na categoria GT AM, Pedro Lamy e os seus companheiros da Aston Martin tiveram um fim de semana para esquecer, que culminou com a perda da liderança da competição para os homens da Proton Racing (Porsche), numa altura em que ainda faltam disputar duas provas. “Foi uma corrida muito difícil. As condições eram péssimas e o nosso carro não estava a andar bem na chuva, acabámos a corrida no quinto lugar. Com este resultado perdemos a liderança do campeonato, mas estamos muito próximo dos primeiros classificados e continuamos motivados para lutar pela vitória. Agora temos de nos concentrar nas provas que ainda faltam e dar o nosso melhor,” comentou Lamy. A equipa do piloto luso está a apenas um ponto dos comandantes da prova.

Na categoria principal LMP1, a Toyota Gazoo Racing brilhou “em casa” com a obtenção de uma “dobradinha”. Sébastien Buemi, Anthony Davidson e Kazuki Nakajima venceram com o TS050 #8. Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López asseguraram o segundo lugar com o carro #7. Este resultado veio reacender a luta pelo título por pilotos e por construtores, numa altura em que a Toyota está a 58,5 pontos da Porsche, e a equipa Buemi/Davidson/Nakajima segue encalce da Hartley/Bamber/Bernhard (Porsche #2).

A próxima prova do campeonato disputar-se-á a 5 de novembro, com as 6 Horas de Xangai, na China.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes