Ao fazer a subida norte-americana em 8m13.878s, o francês foi 49 segundo mais rápido que Rhys Millen.

Sébastien Loeb venceu este domingo a edição deste ano da subida de Pikes Peak, sendo agora o único corredor a concluir a subida em menos de nove minutos. Ao volante do Peugeot 208 T16, o francês fez a subida montanhosa de 20 km e 156 curvas perto de Colorado Springs a uma média de 140,7 km/h, tendo sido 92 segundos mais rápido que o recorde anterior, de 9m46.164s, estabelecido por Rhys Millen em 2012. De resto, também o piloto neozelandês, ao aos comandos do novo Hyundai RMR PM580-T, apesar de ter sido 49 segundos mais lento, melhorou a sua marca anterior em 44 segundos, tendo terminado a “Corrida para as nuvens” com o tempo de 9m02.192 seg., a uma média de 128,2 km/h.

No final da corrida, a 4300 metros de altitude, o novo recordista afirmou: “para mim, esta foi a corrida do ano”. A propósito da vitória do novo “rei do Peak”, o diretor desportivo da Peugeot Sport, Bruno Famine, descreveu Loeb como “um condutor excecional, um dos poucos em todo o mundo capaz de extrair todo o potencial deste carro”. Sublinhe-se que Loeb foi, inclusivamente, dois segundos mais rápido do que a equipa francesa previa.

A Peugeot reconhece que está à procura de futuras utilizações do 208 T16, apesar de nada estar ainda definido. O responsável global de marketing da marca francesa, Guillaume Couzy, referiu que gostaria de ter o bólide de 875 cavalos na edição deste ano do Festival de velocidade Goodwood.

Assine Já

Edição nº 1458
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes