Segundo os médicos do Hospital Universitário de Grenoble, o estado de saúde do ex-piloto melhorou após intervenção cirúrgrica para alivar pressão intracraniana.

Michael Schumacher está a melhorar. O ex-piloto de Fórmula 1 da Jordan, Benetton, Ferrari e Mercedes, foi submetido a duas intervenções de neurocirurgia e, segundo os médicos, «teve melhorias» após nova intervenção para aliviar a pressão dentro do crânio. No entanto, «ainda não está fora de perigo» e continua a lutar pela vida, frisam os médicos.

As próximas 48 horas podem ser decisivas na evolução da condição de saúde do sete vezes campeão do mundo de F1. Schumacher caiu enquanto esquiava com o filho, Mick, de 14 anos, numa zona off-piste em Meribel, França. Foi evacuado para o hospital de Albertville e depois para Grenoble. À chegada ao Centro Hospitalar Universitário de Grenoble tinha «traumatismo craniano severo e estava em coma», estado que requereu «imediata intervenção de neurocirurgia».

O veterano de 44 anos, sete vezes campeão do mundo e retirado de competição no ano passado, terá caído e embatido com a cabeça numa rocha. Estava a esquiar com capacete, que se terá partido em dois, e era conhecido por ser exímio esquiador, sendo inclusivé proprietário de um chalet em Meribel para esquiar sempre que tem oportunidade.

A ala de neurocirurgia da unidade clínica foi encerrada e isolada pela polícia para evitar perturbações. Corinna Betsch Schumacher e os dois filhos do casal permanecem perto do piloto no hospital universitário de Gernoble, por onde também passaram amigos próximos como o neurocirurgião francês Gerrard Salliant, o ex-diretor da Mercedes Ross Brawn e o presidente da FIA, Jean Todt, antigo diretor de Schumacher na Ferrari.

Michael Schumacher sempre foi um entusiasta do Esqui Alpino. Quando estava na Ferrari, um dos momentos altos do defeso era o fim de semana organizado pela Scuderia em Madonna di Campiglio, quando Luca di Montezemolo mandava fechar a estância para que os membros da equipa pudessem desfrutar do Esqui e do Snowboard em privado. No próximo dia 3, «Schumi» fará 45 anos.

Assine Já

Edição nº 1437
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes