A base de tração traseira Giorgio, utilizada no Stelvio e no Giulia, será utilizada na próxima geração do SUV da Jeep, a lançar em 2018.

Dando razão às informações veiculadas há poucas semanas, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) deverá utilizar a plataforma Giorgio noutros modelos do grupo, a começar pela quinta geração do Jeep Grand Cherokee (na imagem), um sucessor do modelo de 2010 (feito com base numa plataforma Daimler-Chrysler, ainda utilizada, por exemplo, no Mercedes-Benz GLE), a lançar entre o final de 2018 e o início de 2019. Citado pela Autocar, o patrão da FCA, Sergio Marchionne assume a possibilidade da base utilizada nos Alfa Romeo Stelvio e no Giulia, cujo desenvolvimento terá custado cerca mil milhões de euros, poder vir a ser utilizada no SUV da Jeep.

A plataforma longitudinal Giorgio pode ser adaptada a vários carros, além de permitir opção de tração integral. A principal premissa desta base modular foi a sua construção com materiais leves, que favorece a dinâmica de condução.

Assine Já

Autohoje nº 1419
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes