O valor imposto pela justiça norte-americana agrava os custos com o Dieselgate para cerca de 20,5 mil milhões de euros.

A Volkswagen terá chegada a um acordo com as autoridades norte-americanas para pagar mais de 4 mil milhões de euros de indemnização, na sequência do caso Dieselgate. Segundo a Bloomberg, o grupo alemão revelará esta informação nos próximos dias. Se juntarmos esta condenação na justiça dos EUA, o construtor já despendeu cerca de 20,5 mil milhões de euros com o caso (ver gráfico), isto se incluirmos a solução técnica nos motores 2.0 TDI e 3.0 TDI equipado com software de manipulação de emissões de NOx e os acordos de “buy back” (compra da viatura aos proprietários). Além disso, fazendo as contas, a VW já superou a verba que inicialmente estimou para cobrir as despesas (18,2 mil milhões de euros).

Além desta condenação na justiça norte-americana, a VW terá assinado um acordo no qual se compromete a reforçar os sistemas de conformidade e a ser avaliada por uma entidade supervisora independente nos próximos três anos.

Esta notícia surge poucos dias depois de um dos responsáveis pela VW nos EUA ter sido detido pelo FBI, acusado de conspiração de fraude.

Apesar disso, o grupo VW anunciou um crescimento de 3,8% nas vendas globais face ao anterior, tendo atingido os 10,3 milhões de unidades em 2016.

Assine Já

Edição nº 1453
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes