A nova geração do jipe estará disponível em 2018 em versões de três e cinco portas. Estreia ao grande público no Salão de Los Angeles.

A Jeep aproveitou a edição deste ano do SEMA para revelar as primeiras imagens da nova geração do Wrangler, antes da sua apresentação oficial no Salão de Los Angeles, que se realizará daqui a um mês. O histórico modelo mantem o seu estilo caraterístico, apresentando mudanças subtis nos faróis, grelha e painel de instrumentos. Nesta primeira aparição do novo Wrangler foram exibidos mais de 200 acessórios da Mopar, que estarão disponíveis na altura do lançamento no mercado, em 2018. Aliás, o responsável da Mopar, Pietro Gorlier, disse à Autocar que mais de 98% dos Wrangler são vendidos com alguns elementos personalizados, sendo que os estribos e silenciador estão entre os mais requisitados (pelo menos no mercado norte-americano).

O modelo manter-se-á disponível em versões de três e cinco portas e, pelo menos nos EUA, haverá mudanças debaixo do capot com o motor 2.8 a ser substituído por um 2.0 de quatro cilindros. Há ainda uma opção 3.6 V6. Neste último, o Wrangler terá uma capacidade de reboque de até 1587 kg. O novo jipe conta com para-brisas dobrável. Em termos tecnológicos, destaque para o sistema de controlo de estabilidade eletrónico, travagem de emergência em cidade, o sistema Rain Brake Support (um assistente à travagem quando é detetado tempo molhado) e direção com peso variável.

Por dentro, não há muitas mudanças evidentes, estando disponível um sistema de infotainment com ecrã de 7 e 8,4 polegadas. Ambos contam com climatização integrada e o maior trará navegação. Através deste sistema será possível aceder a informação específica para fora de estrada, incluindo o ângulo da direção, altitude, longitude e latitude, ângulos de ataque e de saída, entre outros.

Top

Os mais recentes