A Autoeuropa terminou 2010 com um volume de produção de 101 284, o que representou um crescimento de 15%, face a 2009.



A Autoeuropa terminou 2010 com um volume de produção de 101 284, o que representou um crescimento de 15%, face a 2009.

Há sete anos que a fábrica de Palmela não atingia um volume de produção tão elevado, devendo-se este incremento, segundo o director-Geral, António de Melo Pires, a um «inesperado alento que as encomendas dos novos produtos [novas gerações do Seat Alhambra e VW Sharan e facelift do VW Eos] conheceram no final do ano passado devido às solicitações dos principais mercados» para onde a produção é escoada, designadamente, o alemão, o inglês, o francês, o norte-americano e o chinês.

Para 2011, António de Melo Pires prevê um novo aumento de produção, embora opte, para já, por não avançar com quaisquer números. Portugal absorveu, em 2010, um total de 1,4% do total da produção da Autoeuropa.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes