Advertido por chegar atrasado ao trabalho quando ia de transportes públicos, Spartaco Capon comprou um 500. Contudo, depois de não conseguir arrancar, o italiano perdeu a cabeça e destruiu o próprio carro.

Spartaco Capon, morador em Lissone, uma cidade no norte da Itália, costuma ir para o trabalho de transportes públicos. Segundo o jornal Mirror, depois de ser advertido pela empresa por causa dos seus atrasos sucessivos a chegar ao escritório, o italiano resolveu comprar um Fiat 500. Contudo, logo na primeira semana, o carro não arrancou, o que levou Capon a perder a cabeça, desferindo várias machadadas na carroçaria, partindo também alguns vidros. Alertados pelos ruídos, os vizinhos chamaram a polícia, pensando que se tratava de um ato de vandalismo. Os agentes da autoridade não queriam acreditar que Capon tinha sido responsável pela destruição do seu próprio carro. Visivelmente enervado, o italiano de 35 anos foi levado para o hospital, onde foi medicado, tendo tido alta posteriormente. 

Assine Já

Edição nº 1454
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes