Ao contrário do Lamborghini Aventador, que manterá o V12 atmosférico, a próxima geração do Huracán adotará o mesmo sistema PHEV do Urus.

A Lamborghini prepara-se para algumas alterações significativas na sua gama. Em dezembro, revelará o SUV Urus, que deverá, nos próximos anos, durante o ciclo do produto, estrear uma versão híbrida plug-in. Quem o diz é Stefano Domenicali, o responsável máximo da marca italiana à Autocar, esclarecendo que este sistema deverá ser introduzido, igualmente, no sucessor do Huracán, previsto para 2022. O sistema PHEV contará com uma nova geração de baterias com eletrólitos sólidos, que resultarão em maior densidade energética e num conjunto mais leve face ao atual. Além disso, estas baterias proporcionarão ao superdesportivo um modo 100% elétrico.

Apesar desta mudança na sua gama de acesso, a Lamborghini continuará a apostar num V12 naturalmente aspirado no próximo Aventador. O objetivo é continuar com estes motores a médio-prazo, mas a marca de Sant’Agata Bolognese vem investindo em força em pesquisa e desenvolvimento na “hibridização”, na qual prevê apostar em força a partir de 2022. Um dos focos da marca incide na adoção de materiais mais leves, em novas soluções de armazenamento das baterias e em energias alternativas.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes