Os dois emblemas deverão descontinuar alguns coupés e cabrios. Contudo, estão na calha modelos como o Z5, X2 e X7, AMG GT sedan, CLS e Classe G.

A Mercedes-Benz e a BMW concordam que têm demasiados modelos nas suas gamas atuais e como tal poderão prescindir de alguns dos seus coupés e cabrios. Em declarações à Car and Driver, os responsáveis de ambas as marcas concordam neste capítulo, apesar de terem alguns modelos de nicho atualmente em carteira. Ian Robertson, o diretor de vendas do emblema de Munique, descansou alguns dos mais céticos, confirmando que o X2 e o X7 estão a chegar. Contudo, “alguns tipos de carroçaria serão retirados da gama no futuro”. Nos planos na BMW estão ainda modelos como o Z5, que será feito em conjunto com o Toyota Supra, uma versão “aberta” do i8, assim como substitutos para o Série 6 Coupé e Cabrio.

Do lado da marca de Estugarda, Dieter Zetsche, o patrão da Daimler, alinhou pelo mesmo diapasão e foi mais específico: “modelos específicos, como coupés e cabrio, são sempre modelos de nicho. A expansão para a China e para outros mercados emergentes abrem oportunidades enormes para as berlinas”. Apesar disso, a marca está a desenvolver uma berlina AMG GT, a nova geração do CLS e o Classe G.

Assine Já

Edição nº 1458
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes